Eu poderia ser um Hitler

Eu poderia ser um Hitler

         ”Nada há oculto, que não haja de manifestar-se, nem escondido, que não venha a ser conhecido e revelado”, Lucas 8.17. Quando leio este versículo começo a imaginar, uma tela de cinema gigantesca na qual é projetado o filme da minha vida oculta. Pensamentos e ações que permaneceram escondidos durante a minha existência e que, finalmente, estarão sendo revelados para todo mundo “no dia em que Deus, por meio de Cristo Jesus, julgar os segredos dos homens…” (Rm 2:16).

       Outro dia assisti uma pregação de Paul Washer, no Youtube, na qual ele afirmar que “Hitler não era uma anomalia, nem um fenômeno. Hitler era o que cada ser humano tem o potencial de ser”. Observando o que Deus tem me revelado sobre mim, não posso deixar de concordar. Eu poderia ser um Hitler.

Gosto muito de ler e assistir documentários sobre a 2ª Guerra Mundial pois considero esse episódio uma extraordinária sequência de demonstrações da capacidade do ser humano para o mal. Isso pode ser observado não só no próprio Hitler, mas também em seus oficiais que, de dia, mandavam milhares de pessoas para as câmaras de gás e, em casa, à noite, eram amáveis com as criancinhas e defendiam o fortalecimento dos laços familiares. Mas, na 2ª Guerra, os exemplos da capacidade humana para a maldade não vinha só dos alemães. O que dizer dos “heróis” americanos que fulminaram a população civil de duas cidades com bombas atômicas?

Mas quem sou eu para julgá-los? Sou feito da mesma matéria-prima. Minha natureza é má e uma fonte interminável de argumentos para a composição do roteiro do filme da minha vida oculta. Eu sempre fui tentado a achar que era bonzinho porque me recusava a olhar para dentro de mim mesmo e focava apenas na fachada que criei para ser aceito pelos outros.

Mas a luz do evangelho veio desmanchar essa farsa e revelou quão tenebrosas trevas existem dentro de mim e quão maravilhosa é a graça derramada por Deus, por meio de Jesus que foi capaz de morrer no meu lugar. Mesmo convertido e arrependido, o mal interior me acompanha. Por isso necessito estar constantemente alimentando o meu espírito com a oração e a meditação na Palavra de Deus pois, sem isso, a carne, cedo ou tarde me levará para baixo. É como diz Paulo: ” Por isso digo: vivam pelo Espírito, e de modo nenhum satisfarão os desejos da carne (vaidade, avareza, egoísmo, facção, maledicência, etc, etc). Pois a carne deseja o que é contrário ao Espírito; e o Espírito, o que é contrário à carne. Eles estão em conflito um com o outro, de modo que vocês não fazem o que desejam. Gálatas 5:16 e 17.

Se eu disser que sou cristão, mas não me exercitar na oração e leitura da Bíblia, estarei enganando a mim e aos outros, pois só a vida devocional me capacita a ir evoluindo aos poucos no cumprimento dos mandamentos de Jesus. E cristão é quem tem fé em Jesus Cristo a ponto de procurar segui-lo como senhor e salvador cumprindo os seus mandamentos. O próprio Jesus advertiu: “Por que vocês me chamam ‘Senhor, Senhor’ e não fazem o que eu digo? Lucas 6:46

 

Mauro Gomes

Aprendiz de servo inútil

4 Comentário

  1. Mauro,

    Dessa vez foi forte… Vou buscar o ser ruim que tenho dentro de mim. Morro medo de dele, porque ele deve mesmo existir. Tem horas que dá vontade de fazer uma coisas…
    Girley

  2. Petronio Omar Querino Tavares

    Mauro, eu também poderia ser um Hitler…

  3. A bendita graça do Senhor Jesus seja vivida a cada dia de tua vida!
    Mauro, tomei conhecimento do teu blog através de Kátia ( Timbaúba ), e estou muito feliz por estarmos compartilhando do mesmo evangelho da graça. Estou morando em Timbaúba e sou membro da I.P.B.
    O humanísmo e tantas outras filosofias pos moderna traz um falso ensino onde passa um conceito que nós somos pessoas melhores do que tantos tiranos inclusive a Hitler. Mas, a verdade é que a natureza pecaminosa do Homem mostra o que de fato o ser humano cogita. A palavra de Deus revela de fato quem somos diz: “não há um justo se quer que busque a Deus”; “mas todos nós somos comoo imundo, e todas as nossas justiças, como trapo da imundícias” Rm 3.10 – 18; Is. 64.6.
    Fraternalmente em Cristo Jeus o Senhor da igreja.

Responder

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>