Perdi tempo na igreja

Perdi tempo na igreja

É manhã de domingo. Quantas coisas eu gostaria de fazer. Ir a praia, ver a corrida de Fórmula 1; reunir os amigos num churrasco;  levar as crianças ao zoológico; simplesmente ficar em casa  e aliviar o estresse da semana. Mas, apesar de todas essas opções, vou perder tempo na igreja. Como o ano tem em média 54 semanas, devo desperdiçar pelo menos 54 domingos a cada 12 meses. Se eu passar 40 anos da minha vida indo a igreja, terei jogado na lata do lixo 2.160 domingos.  O pior é que, depois de desperdiçar todos esses domingos, mergulharei de cabeça no inferno. É demais. Perder os domingos e ainda ir para o inferno.

É um negócio meio insano. Vou a igreja, mas não levo em consideração as pregações que me alertam para o fato de que minha fé precisa ser demonstrada pelas minhas obras. Durante a semana não me esforço para ler a Bíblia, pois não quero ser incomodado pelo que ela diz a meu respeito. Não oro porque estou ocupado demais ou porque estou com vergonha de Deus. Jejuar…. Como não busco alimentar o espírito, vivo uma vida cristã de fachada. Meu disfarce é ir a igreja.

Odeio perder tempo. Odeio mais ainda ser enganado. Pior é ser enganado por mim mesmo. Quando leio Tiago 1:22, “Sejam praticantes da palavra, e não apenas ouvintes, enganando-se a si mesmos”, lembro da real possibilidade de passar a minha vida iludido, achando que uma fé meramente intelectual, sem a devida submissão à Cristo, pode realmente me livrar do inferno. Minhas boas obras não vão me salvar. Mas minha fé só será salvadora se demonstrada pelos meus frutos. E esses frutos serão determinados, não pelos cargos que ocupo na igreja, mas pela intensidade com a qual eu me aproximo de Jesus, o criador e cabeça da igreja. Só Ele pode me fazer frutificar.

Se eu passar 10 anos frequentando a igreja e continuar com o mesmo grau de avareza, de vaidade, de maledicência ou lascívia, alguma coisa está errada. Perdi tempo na igreja! Ou eu deixo de ir a igreja para pelo menos não perder o entretenimento dos domingos, ou oro a Deus para que Ele me ajude a fazer com que a minha ida à igreja valha a pena.

É manhã de domingo. Como sempre, vem aquela vontade de ficar em casa. Aí me lembro do tudo que Jesus fez e faz por mim. Então troco de roupa e vou a casa de Deus adorar, agradecer e servir!

Mauro Gomes

Aprendiz de Servo Inútil

 

Os comentários estão fechados.