Quero o que o diabo oferece

Quero o que o diabo oferece

Dirigir o Barcelona, o melhor time de futebol do mundo, é uma das posições mais altas que um técnico de futebol pode chegar. Mas isso pode perder o valor de uma hora para outra. Veja o comentário de Tito Vilanova, técnico do Barcelona que, semana passada, descobriu que estava com câncer novamente: “Nesses momentos, tudo o que até então parecia importante, passa a não ser mais.”

Porque um cargo tão importante para os padrões do mundo perde a importância se a morte estiver próxima, mas tem um valor inestimável se eu achar que vou viver mais 30 ou 40 anos? Se eu morrer hoje ou daqui a algum tempo, nenhum dos meus títulos e conquistas materiais me acompanharão. Todo meu sucesso e prestígio nesta vida não terão valor na outra vida quer eu morra amanhã ou em 2050.

Oscar Niemeyer, que morreu aos 104 anos no mês passado, disse: “A vida é um minuto”. A sensação que a vida passou rápido demais é comum a todas as pessoas com mais de 60 anos. Então, se a vida é tão curta, não deveria eu concentrar as minhas energias nas coisas que têm valores eternos?

Ao contrário disso, estou sempre priorizando as coisas efêmeras: conquista de poder, de posição social e profissional, de bens materiais supérfluos. Tudo isso o diabo ofereceu a Jesus na tentação do deserto e me oferece todos os dias. O pior é que, na busca disso tudo, sacrifico minha saúde e meus relacionamentos familiares. Me analisando, percebo que faço isso tudo para satisfazer a minha necessidade de agradar aos outros, ser admirado e elogiado e por medo de ser rejeitado pelo meu grupo social. Sou vítima de um sistema perverso e diabólico que estabeleceu a regra segundo a qual você vale pelo que você tem ou demonstra ter.

Mas isso não é novidade. Sempre foi assim. Por isso que, há 2 mil anos, Jesus alertou: “Guardai-vos de toda e qualquer avareza, pois a vida de qualquer não consiste nos bens que possui”. Depois disso, destacou a importância de colocarmos antes de tudo a busca pela vida eterna e deu a receita para alcançá-la: “E a vida eterna é esta: que te conheçam, a ti só, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste”. João 17:3.

Se só tenho um minuto de vida, como disse Oscar Niemeyer, não existe coisa mais importante do que priorizar meu tempo em conhecer Jesus de perto. É como John Stott escreveu: “se pudéssemos ver Jesus na plenitude de quem Ele é e do que tem feito, veríamos o quanto Ele é digno de nossa dedicação apaixonada”.

 ”Descobri que todo trabalho e toda realização surgem da competição que existe entre as pessoas. Mas isso também é absurdo, é correr atrás do vento”. Eclesiastes 4:4

Mauro Gomes

Aprendiz de servo inútil

TENTAÇÃO

4 Comentário

  1. cristiane / valdenor

    Apesar de não deixar comentários, leio tudo em seu blog e acho muito bom e edificante! Feliz ano novo para vc e Micheline!

  2. Edilson Ramos

    Tenho lido teu material. Sempre bem interessantes as iscas para temas bem atuais. Deus continue te abençoando.

Responder

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>